Páginas

20 de dez de 2014

A Sombra de Apófis



Todos conhecem a mitologia egípcia e seus antigos cultos, certo? Bem, havia muitas divindades, tais como o Lorde Osíris, Hórus, deus da guerra, Set, deus da desordem, e Lorde Apófis, o lorde do caos.

Apófis, uma serpente gigante que, todas os dias travava batalhas com o deus Sol, Rá, na tentativa de engolir o Sol (não que fosse astronômica e fisicamente possível...) e afundar o mundo no Caos da noite eterna. Ele era odiado por todos blá blá blá... Porém não por completo. Sempre haviam os seguidores do caos, que o veneravam, e o chamavam em momentos de ódio.

Hoje a religião egípcia está, relativamente, morta (relativamente pois há relatos de ainda credores). Porém, se é relatado que algumas organizações vêem a venerar a antiga serpente. Existe dezenas de legiões de "magos" por aí, por exemplo a I.O.T., uma sede sul-americana de magia. E há também os ciganos, os místicos e blá blá blá.

Pois foi relatado que alguns desses povos ainda o veneram, eles dizem viver na sombra dele. Para esses "místicos", independente da divindade antiga ou atual, seu poder divino é eterno. Segundo eles "qualquer ser divino já descrito existe, apenas não as enxergam mais". Em rituais de magia negra, sempre pode-se ver algum símbolo de serpente, e o dizer dos praticantes "ele é uma serpente do caos adormecida. Ele está fraco graças as atuais religiões, portanto ele se contenta com as oferendas de caos que os damos, e em troca ele cumpre a parte dele".

... Bem, ok né. Para os curiosos, clamar por Apófis é fácil. Faça pedidos, dê-lhe caos, e como oferenda:

- engolir uma gema de ovo duas vezes por dia;
- Jogar a uma cobra algum bicho pequeno (rato, passarinho, etc);
- Pingar 8 gotas de sangue num desenho de serpente naja e queimar;


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...