Páginas

24 de set de 2013

Lendas

"Dizem que o Oeste foi construído em cima de lendas, e que lendas, são maneiras de de compreendermos coisas maiores que nós mesmos...

Forças, que moldam nossas vidas... Ventos, que desafiam explicações...

Criaturas, cujas vidas atingem os céus, ou se afundam na Terra...

É assim que nascem, as lendas!"

By: Ghost Rider

4 Terríveis Planetas do Sistema Solar

Quem nunca quis ir para outro planeta? Se nunca quis nem pensou, saia daqui, pois ao ler isso, pode até criar protestos contra viagens inter-estelares (ta, viajei um pouco). Bom, e a segunda coisa que vem na nossa cabeça é "como deve ser lá?". Bom, trago aqui 4 planetas que não nos receberiam muito bem em seus terrenos.

* Netuno



Em Netuno, pode-se encontrar fluxos de ventos constantes que chicoteiam ao redor do planeta em velocidades assustadoras. Os ventos de Netuno empurram nuvens congeladas de gás natural a partir da Grande Mancha Escura do planeta, um furacão do tamanho da Terra, em uma velocidade que pode atingir os 2.500 km/h.

Isso é um pouco mais que o dobro da velocidade necessária para quebrar a barreira do som. Tais forças eólicas são claramente além do que um ser humano poderia suportar. Uma pessoa que pousasse em Netuno seria rasgada e se perderia para sempre nessas correntes violentas de vento.

Permanece um mistério a forma como o planeta recebe a energia necessária para conduzir os ventos mais rápidos do sistema solar, apesar de estar tão longe do sol, e ter um calor interno relativamente fraco.

* Júpiter



A atmosfera de Júpiter fabrica tempestades duas vezes maiores do que a Terra. Estas tempestades geram ventos de até 640 km/h e relâmpagos titânicos 100 vezes mais brilhantes do que os do nosso planeta.

Por baixo dessa atmosfera assustadora e escura, está um oceano de 40 mil quilômetros de profundidade, feito de hidrogênio metálico líquido. Aqui na Terra, o hidrogênio é um gás incolor e transparente, mas no núcleo de Júpiter, o hidrogênio se transforma em algo nunca visto em nosso planeta. Em camadas exteriores do gigante gasoso, o hidrogênio é um gás, assim como na Terra.

 Mas, conforme você vai mais fundo, a pressão atmosférica aumenta. Eventualmente, a pressão se torna tão grande que ela chega a comprimir os elétrons dos átomos de hidrogênio. Sob tais condições extremas, o hidrogênio se transforma em um metal líquido, condutor de eletricidade, bem como de calor. Além disso, como um espelho, ele reflete a luz.

* Plutão


É um mundo extremamente frio, onde o nitrogênio, monóxido de carbono e metano cobrem a superfície como a neve durante a maior parte do seu ano que equivale a 248 anos terrestres.

Esses sorvetes foram transformados do branco para um rosa-marrom devido às interações com raios gama a partir do espaço profundo e do Sol distante.

Em um dia claro, o Sol fornece tanto calor quanto a lua cheia fornece para a Terra. A temperatura varia de -228 a -238 ºC. Não é difícil imaginar que seu corpo iria congelar instantaneamente.

* Vênus


A atmosfera de Vênus é cheia de gases de efeito estufa, como o dióxido de carbono. Esses gases são responsáveis ​​por fazer este planeta um verdadeiro “inferno”.

Nossa atmosfera, que é a principal responsável pela distribuição da energia (e calor) que recebemos do sol, tem o efeito oposto de Vênus. Em vez de controlar a temperatura para que ele tenha um clima mais tropical, a atmosfera de Vênus super-aquece o planeta. É tão quente que é totalmente inóspito para qualquer tipo de vida que estamos familiarizados.


Além disso, o dia de Vênus é mais longo que o seu ano (What? Sim). É preciso mais do que 243 dias terrestres para Vênus completar uma rotação inteira sobre o seu eixo, enquanto leva mais de 225 dias terrestres para fazer uma órbita completa em torno do sol.

Então, como seria morar em Vênus? Você seria sufocado pelo ar tóxico quase que instantaneamente… e esmagado pela colossal pressão atmosférica – tão densa que caminhar sobre a superfície de Vênus seria como andar abaixo de 3.000 metros de água aqui na Terra.

20 de set de 2013

Super Mario Wakes Up


Vocês amantes dos jogos, sejam de PC ou video-games. Quem nunca jogou Super Mario World? quem nunca jogou que pule de uma ponte com uma pedra amarrada no pé e um saco na cabeça fechado cheio de ratos. É um jogo muito viciante que foi criado primeiramente para o console Super Nintendo. Onde o objetivo do jogo é passar por diversos "mundos" em diversas situações, enfrentando vários tipos de monstros, para resgatar a princesa (clichêchinho de sempre) capturada pelo seu inimigo Browser, ou em alguns, chamado de Koopa. 

Você embarca com Luigi, um personagem companheiro de Mário, porém vestido de verde. E há também o querido Yoshi, onde encontra-se em algumas das "pedras" (aquelas que bate a cabeça) e encontra um ovo de onde ele nasce e choca ali mesmo, há quem diga que o Mário maltrata o Yoshi no jogo durante todo o tempo, e é bem percebível, mas isso é um outro assunto de um outro post. Vamos falar sobre a saga Mario. 

Existem diversos subtítulos do Super Mario: Super Mario World (original), Super Mario Bros 1 ao 3, Super Mario All Star, Super Mario Yoshi's Island, Super Mario Kart (clássico), o novo Super Mario Galaxy e por aí vai. Admito que o Super Mario Bros 3 foi um dos que mais me impressionou, pois há vários subjogos dentro dele, tais como Koopa Trooper, onde você está numa fase durante a noite e câmera vai caminhando lentamente sozinha, e vem vindo diversos objetos em sua direção, tais como colossais tanques de guerra, todos os monstros, canhões e tudo que você imaginar e mais um pouco.

Mas chega de texto fiado e vamos falar do Super Mario Wakes Up. É um bizarro e obscuro jogo do Super Mario. É um meio hack que acabou por ficar obscuro no extremo. 


O jogo começa no que seria a casa do Mario, que nos jogos tradicionais são aquelas casas fantasmas. O jogo corre normalmente, alguns fantasminhas aqui e ali, porém eles estão pretos e vermelhos, e há vários rios de sangue, onde algumas cobras negras correm tentando lhe pegar, a maioria das vezes nem as vemos e acabamos perdendo.

A fase até é curta, porém, quando você está para saltar e passar de nível (aquele elevador que decide seus pontos) o jogo para, e uma frase aparece na tela... 

"Come and plays us Mario...
... For ever...
... and ever...
... and ever..."

"Venha e brinque com nós Mario... para sempre... e sempre... e sempre...". Nesta parte, voltamos para dentro da casa, e, quando conseguimos entrar numa porta, entramos num lugar com um cenário do Universo, o que, no jogo, talvez fosse o Centro do Universo.


Após isso, passamos por mais algumas bizarrisses, e mais surpresas. 


No fim, você precisa achar uma daquelas chaves de passagem secreta. Ao passar, você terá uma grande surpresa ao passar de fase. Boa sorte... Tem coragem? Pegue abaixo o link para download.

Baixe o Emulador para Nintendo: CLIQUE AQUI
Download Super Mario Wakes Up: CLIQUE AQUI

17 de set de 2013

A Violenta e Colossal Origem da Lua

A Lua nasceu a partir da violência e catástrofe. Tudo que observamos na Lua hoje, vem de origem de violentos impactos e destruição.


4,5 bilhões de anos atrás. Um planeta do tamanho de Marte chamado Theia colide com a Terra primordial.


O impacto "descascou" a Terra como uma laranja, titânicas matérias de ambos os planetas foram soltos para o Sistema Solar. O núcleo de Theia foi abrigado pela Terra, onde encontra-se afundado no núcleo terrestre até hoje.


Por um pequeno período, a Terra ficou rodeada por destroços planetários. Esses destroços logo começam a se fundir em forma sólida. Poucos anos bastaram para que se transformasse na então Lua, que orbita a Terra até hoje.


A superfície da Lua foi largamente fundida conforme se formou a partir do material de acreção do anel de destroços. Enquanto isso, a Terra vai se curando do impacto com Theia.


A superfície da Lua passa a esfriar. Seu sólido terreno agora está repleto de fluxos de lava. A Terra vai se livrando do resto dos destroços que a cercam. A Lua estava muito mais perto aquela época.


A Lua não foi a única matéria/superfície criada a partir dos destroços que rodeavam a Terra. Havia várias outras, porém bem menor, que rodeavam ao seu redor. Mas, consequentemente, acabaram por colidir com a Lua, criando as atuais deformações e lados incompatíveis lunares.


Alguma eventual testemunha de jeová para os pequenos impactos teria visto um colossal tsunami de rocha fundida no horizonte.


Milhões de anos de fluxos de lava gigantes e impacto de asteroides que perfuravam incansavelmente os terrenos lunares resultaram em planícies e crateras que vemos hoje na Lua.


Um desses impactos criou a bacia Aitkens, uma das maiores estruturas de impacto do Sistema Solar.


A data do impacto é incerta. Pode ter ocorrido cerca de 3 bilhões de anos atrás. Se for assim, pela Terra, onde apenas as algas estavam presentes, os impactos teriam feito vistas impressionantes e extraordinárias. 

E Se Todas as Geleiras Derretessem?


Já parou para pensar se todas as geleiras do mundo derretessem? Caso toda a Antártida fosse liquidada? Bom, segundo pesquisadores e especialista, isso pode, e vai ocorrer. Com o aquecimento global, a temperatura subindo está superaquecendo a Terra, causando o derretimento das geleiras dos Pólos Norte e Sul. Vamos conferir um pequeno resumo das causas dessa catástrofe (que aliás, nós mesmos causamos).

O grande problema do derretimento das geleiras, é que elas possuem 97% de toda água doce do mundo. 


Ao menos, pode-se afirmar que isso não ocorrerá nesse século, contanto que não ocorra nenhuma colossal mudança de temperatura. Porém, se todas as calotas polares derretessem, o mar se elevaria cerca de 70 metros. Toda a costa marítima dos Estados Unidos ficaria instavelmente alagada; Em Nova Iorque, a água alcançaria a cabeça da Estátua da Liberdade. A maior parte da Europa ficaria submersa. Holanda simplesmente sumiria do mar muito antes do mar alcançar este nível. 



Na Ásia, cidades japonesas, chinesas e indianas sumiriam. Austrália inteira entra nesta lista. No Brasil, cidades praianas como Rio de Janeiro e Recife também seria engolida. Para quem mora no Paraná, e conhece a praia de Matinhos, estimam que ela será engolida em cerca de 20 anos (uma cidade cujo mar alcança a beira das ruas). Los Hermanos de Buenos Aires também não escapariam.

A maioria das cidades são feitas próximas a costa. Se o mar subisse tudo isso, bilhões de pessoas morreriam. A economia mundial seria aniquilada. A energia também seria quebrada, pois muitas delas estão no nível do mar. Com cidades sendo engolidas nas costas continentais, naturalmente iriam construir cidades no interior do continente, onde se encontra a maior parte da vegetação. Naturalmente, quase toda a vegetação sumiria.

A ideia de cidades flutuantes é bem aproveitada, sem contar enormes diques, como os da Holanda, já estão prontos para se houver alguma grande tempestade. Caso isso viesse a acontecer, todos os países teriam de se unir, esquecer as diferenças, e usar toda engenhosidade humana. Em outras palavras, viveríamos em ilhas num planeta Água.

11 de set de 2013

Pelo Bem Maior dos Deuses


Deus. Deuses... Antigamente, existiam diversas crenças... Gregas... Celtas... Nórdicas... Egípcias... etc... Até mesmo os índios possuem seus próprios deuses. Hoje em dia, existem diversas religiões, tal como principal o "católico", evangélico, budismo, muçulmanos, judeus, etc... Cada um possui um nome como Deus, porém todos levam a um único. 

Deus, o pai celestial meta físico, pai do universo, que possui como filho Jesus. Satanás, um anjo caído. Bom, todos, no cotidiano, acreditam que exista apenas Deus, e Jesus. Mas por que só eles?

Há uma teoria de que outros deuses (inclusive os Olimpianos, gregos e outros) são como discípulos de Deus para comandar tudo que por ele, Deus, foi criado. Por que pare para pensar: Os deuses gregos eram controladores dos elementos (água, trovões, sol, etc...)  



Já os egípcios controlavam as emoções (ódio, amor, etc...). Possuíam alguns elementais? Sim. Porém, se for analisar bem, tudo faz ligação. E os deuses nórdicos, tem mais haver com lugares e ações. E os celtas, quase diretamente entram na criação. Vamos usar um exemplo usando todos:

A Mãe Terra (celta) planta o milho da criação, e nasce um homem. Ele cresce, e, naturalmente morre. Ele vai a julgamento de Osíris (egípcio) onde é julgado pelo seu coração pesado/pecador, ou puro. Se é julgado como pecador, é enviado a Hades (grego), ou, se for julgado puro, vai para a possível Ilha de Avalon (celta, onde acreditam ser como um paraíso onde as criaturas ressurgem). Interessante, não?

Como postado a um tempo atrás, os ritos feitos atualmente a Jesus, já eram feito antigamente pelos egípcios ao Faraó, como filho de Deus, ou do Grande Pai (VEJA AQUI).

E, todas mostram como origem de tudo, o vácuo, o vazio, caos e divindades vagando... E, a imagem de todos os deuses reis e mais importantes, como um homem barbudo branco, e longos cabelos brancos... A atual imagem vista de Deus não é? As mesmas descritas a Zeus, Odin...

E além disso, os romanos e gregos adotaram o cristianismo, abandonando o politeísmo. Antigamente, o primeiro mandamento de Deus era "Amar a Deus sobre todo os outros". Que outros? Outros deuses, segundo a frase, que posteriormente foi modificada para "Amar a Deus sobre todas as coisas". E há um verso da bíblia em que diz "E Deus subjugava em meio aos deuses". Precisa de algo mais? Anjos... Santos... Deuses... 

Pense bem, quase qualquer coisa que acontece que alguém se sacrifica, vira Santo. Antigamente, havia muitos deuses... Enquanto hoje existem vários santos. Que valem quase pelo mesmo. Seria, um modo de diminuir suas orações a tantos deuses? 

9 de set de 2013

El Dorado

Como fiquei meio sem ideia, vou fazer um post sobre uma das minhas lendas preferidas. The Legend of El Dorado


El Dorado (O [homem] Dourado [rico, cheio de ouro]) era uma cidade mítica, supostamente localizada em algum lugar no interior inexplorado da América do Sul. El Dorado foi supostamente inimaginavelmente rico, com contos fantásticos contaram ouro ruas pavimentadas, templos de ouro e ricas minas de ouro e prata. Entre 1530 e 1650 mais ou menos, milhares de europeus procurou as selvas, planícies, montanhas e rios da América do Sul para El Dorado, muitos deles perdendo suas vidas no processo. El Dorado nunca existiu, exceto na imaginação febril desses candidatos, por isso nunca foi encontrado.

O mito de El Dorado tinha suas raízes nas vastas fortunas descobertos no México e no Peru. Em 1519, Hernán Cortés capturou o imperador Montezuma e demitiu o poderoso Império Asteca, making off com milhares de quilos de ouro e prata e tornar os homens ricos dos conquistadores que estavam com ele. Em 1533, Francisco Pizarro descobriu o Império Inca, nos Andes da América do Sul. Tomando uma página do livro de Cortes, Pizarro capturou o imperador Inca Atahualpa e segurou-o para o resgate, ganhando outra fortuna no processo. Culturas do Novo Mundo menores, como os maias na América Central e no Muisca na Colômbia de hoje rendeu mais pequenos tesouros


Contos dessas fortunas feitas as rondas na Europa e logo milhares de aventureiros de toda a Europa estavam fazendo seu caminho para o Novo Mundo, na esperança de fazer parte da próxima expedição. A maioria (mas não todos) deles eram espanhóis. Estes aventureiros tinham pouca ou nenhuma fortuna pessoal, mas uma grande ambição: a maioria tinha alguma experiência de luta em muitas guerras da Europa. Eles eram homens violentos, cruéis, que não tinham nada a perder: eles iriam ficar rico no New World Gold ou morrer tentando. Logo as portas foram inundadas com esses pretensos conquistadores, que se formam em grandes expedições e partiu para o interior desconhecido da América do Sul, muitas vezes seguindo os mais vagos rumores de ouro.

Havia um certo nível de verdade no mito de El Dorado. O povo Muisca de Cundinamarca (Colombia atual) tinha uma tradição: os reis coat-se em uma seiva pegajosa antes de cobrir-se de pó de ouro. O rei, então, tomar uma canoa para o centro do lago Guatavita e, diante dos olhos de milhares de seus súditos observação da costa, pularia para dentro do lago, saindo limpo. Então, um grande festival começaria. Esta tradição tinha sido negligenciado pelo Muisca no momento de sua descoberta pelos espanhóis em 1537, mas não antes de palavra de que tinha chegado aos ouvidos dos gananciosos invasores europeus em cidades de todo o continente. "El Dorado", na verdade, é espanhol para "The Gilded um:" o termo se refere a um indivíduo, o rei que se coberto de ouro em primeiro lugar. Segundo algumas fontes, o homem que cunhou esta frase foi conquistador Sebastián de Benalcázar .


Após o planalto Cundinamarca foi conquistado, o espanhol dragado Lago Guatavita em busca do ouro de El Dorado. Alguns ouro foi realmente encontrado, mas não tanto quanto o espanhol esperava. Portanto, eles fundamentado otimismo, o Muisca não deve ser o verdadeiro reino de El Dorado e ainda deve estar lá fora em algum lugar. Expedições, composto por recém-chegados da Europa, bem como veteranos da conquista, estabelecido em todas as direções para procurá-lo. A lenda cresceu como conquistadores analfabetos passou a lenda de boca em boca de um para outro: El Dorado não era apenas um rei, mas uma cidade rica 

Entre 1530 e 1650 mais ou menos, milhares de homens fizeram dezenas de incursões no interior da América do Sul não mapeado. A expedição típico foi algo como isto. Em uma cidade costeira espanhola no continente sul-americano, como Santa Marta ou Coro, um carismático, indivíduo influente iria anunciar uma expedição. Em qualquer lugar 100-700 europeus, principalmente espanhóis, se inscrever, trazendo sua própria armadura, armas e cavalos (se você tivesse um cavalo que tem uma fatia maior do tesouro). A expedição forçaria nativos ao longo de transportar o equipamento mais pesado, e alguns dos que melhor planejadas traria pecuária (geralmente porcos) para abate e comer ao longo do caminho. Cães de briga foram sempre trouxe, como eles eram úteis quando os combates nativos belicosos. Os líderes, muitas vezes emprestado pesadamente para comprar suprimentos.

Depois de alguns meses, eles estavam prontos para ir. A expedição iria dirigir fora, aparentemente em qualquer direção. Eles iriam ficar fora por qualquer período de tempo a partir de um par de meses a até quatro anos, buscando planícies, montanhas, rios e florestas. Eles se encontrariam nativos ao longo do caminho: estas teriam ou tortura ou ply com presentes para obter informações sobre onde poderiam encontrar o ouro. Quase invariavelmente, os nativos apontou em alguma direção e disse alguma variação de "nossos vizinhos nesse sentido tem o ouro que você procura." Os nativos tinham rapidamente aprendi que a melhor maneira de se livrar desses homens violentos, rudes era dizer-lhes o que eles queriam ouvir e enviá-los em seu caminho.

Enquanto isso, doenças, abandono e ataques indígenas seria negar a expedição. No entanto, as expedições mostraram surpreendentemente resistente, enfrentando pântanos infestados de mosquitos, hordas de nativos de raiva, o calor abrasador nas planícies alagadas, rios e passagens de montanha geladas. Eventualmente, quando os números ficaram muito baixo (ou quando o líder morreu) a expedição iria desistir e voltar para casa.



8 de set de 2013

As Origens do Zodíaco

Primeiro de tudo, a própria palavra, zodíaco, vem de uma palavra grega que significa: "O círculo de animais". Os animais que representam os sinais foram colocados entre as estrelas geralmente para grandes atos de heroísmo.

* Áries



A origem de Áries vem do conto da Ram de Ouro. Em um plano para prender o centauro Ixion, Hera criou uma mulher quase idêntica a si mesma a partir de uma nuvem e a nomeou de Nephele. Ela, então, forçou o rei Athamus se casar com esta mulher. Esta relação não deu certo, até que Athamus tornou-se entediado com Nephele rapidamente, e então deixou-a. Athamus quase imediatamente se casou com Ino. Isto, obviamente, irritou Nefele, então ela pediu a Hera por vingança. Hera não teve nenhum problema em fazer isso quando ela já estava com raiva de Athamus e Ino, já como causa deles cuidar de Dionísio para Zeus. Hera, em seguida, começou a envenenar a mente e torná-los loucos. Athamus tentou sacrificar seu filho por Nefele, Phrixius. Este foi frustrado quando Hércules enviou uma Ram de Ouro para salvá-lo. Quando o carneiro trouxe Phrixius ao seu destino, ele sacrificou o carneiro de Ouro de Zeus e, por sua vez, Zeus colocou o poderoso carneiro entre as estrelas pelo seu ato heróico. É também a partir deste ram que surgiu o conto do Velocino de Ouro de Jasão e os Argonautas.

* Touro

O signo de Touro vem do conto de Europa. Este é um conto de um dos muitos assuntos de Zeus. Zeus foi extremamente atraído por Europa e ansiava por seu afeto. Zeus então apareceu diante de Europa na forma de um touro branco magnífico. Europa não resistiu a acariciar o touro, de modo que ela se aproximou dele e fez exatamente isso. Ela então subiu em cima das costas do touro,e, logo feito, o touro atravessou com Europa através do mar para Creta, onde ele, em seguida, tomou a forma de uma águia e, por falta de melhores condições, a estuprou. Em lembrança deste caso, Zeus colocou a imagem do touro entre as estrelas.

* Gêmeos


Este signo deriva do conto de Castor e Pollux. Castor e Pólux eram meio-irmãos. Castor nasceu de Tíndaro e Leda, Pollux nasceu do romance entre Zeus e Leda (também conhecido como o conto de Leda e o Cisne). Os gêmeos cresceram inseparáveis ​. Um dia, Castor foi morto em uma batalha. Pollux era tão "de sangue" com Castor, que ele tirou a própria vida para se juntar a seu irmão com a morte. Em homenagem ao grande amor dos irmãos, Zeus colocou entre as estrelas.

* Câncer


O signo de Câncer decorre de um dos 12 trabalhos de Hércules. Enquanto lutava contra a Hidra, Hera enviou um caranguejo gigante para frustrar seus esforços. O caranguejo era apenas, no máximo, um incômodo, já que Hércules simplesmente esmagou o caranguejo sob seu pé pouco antes de ele derrotar a Hydra. Hera, honrada pela tentativa do caranguejo em parar seu mais odiado dos filhos de Zeus, colocou-o entre as estrelas.

* Leão


 O signo de Leão decorre ainda uma outra tarefa das 12 de Hércules. Leo, claro, representa o Leão de Neméia, que foi o primeiro julgamento de Hércules. O leão não poderia ser derrotado por qualquer arma. Hércules, eventualmente, lutou mão a mão (ou talvez pata) e estrangulou o leão até a morte. Em lembrança da grande batalha, Zeus colocou o Leão de Neméia entre as estrelas.

* Virgem

Um dos poucos sinais não representados por um animal, a origem da Virgem deriva do conto de Pandora. Virgem, claro, é a representação da deusa da pureza e da inocência, Astraea. Depois que Pandora abriu o frasco e soltou todo o mal da caixa para o mundo, os deuses que viviam na terra fugiram de volta para os céus para longe do mal da Terra. Astraea foi a última a retornar aos céus. Como recordação da inocência perdida, Astraea foi colocada entre as estrelas na forma de Virgem.

* Libra

 Libra são as escalas do equilíbrio e da justiça. Eles são mantidos pela deusa de divina justiça, Têmis. Por que exatamente ela está colocada entre as estrelas que eu ainda não descobri, mas é interessante que Libra brilha ao lado de Virgem que representa Astraea, filha de Têmis.

* Escorpião


O signo de Escorpião decorre do conto de Orion. Orion era filho de Poseidon e Euryale. Orion também foi um parceiro privilegiado de caça para Artemis que fez seu irmão Apollo muito invejoso. Apollo pediu para Gaia criar um escorpião gigante para matar Orion. Gaia, obrigada, o fez e o escorpião picou e matou grande Orion. Em recordação dessa luta, Zeus colocou Órion e o escorpião entre as estrelas.

* Sagitário


 Este signo é o representante do centauro Quíron. Quíron era um amigo de muitos é grande herói da mitologia grega, como Aquiles e Heracles. Falando de Heracles, algum amigo, ele acabou por ser. Quando a caça, Heracles acidentalmente disparou Cheiron na perna com uma flecha envenenada. Quíron era imortal que ele não poderia morrer, ele só tinha que tirar a dor sem fim. Heracles prometeu ajudá-lo de alguma forma. Após seus empreendimentos, Heracles veio sobre Prometheus, que foi preso com nenhuma forma de escapar. A única maneira de Prometeu poderia ser libertado era de alguém para tomar o seu lugar. Cheiron só queria ser aliviado de sua dor insuportável, de modo que ocorreu Prometheus 'e morreu. Em homenagem ao ato nobre, Zeus colocou Cheiron entre as estrelas.

* Capricórnio 



 O signo de Capricórnio representa a cabra Amalteia que alimentava o Zeus infantil. Diz-se que Zeus colocou entre as estrelas em gratidão. Outros relatos dizem que Capricórnio representa Pan, o deus da floresta, e a natureza.

* Aquário


O signo de Aquário vem do conto do dilúvio Deucalião. Neste conto, Zeus derrama todas as águas dos céus para a terra, para lavar todos os seres do mal. Deucalião e Pirra, em seguida, atiraram pedras sobre seus ombros e criou uma nova raça da humanidade.

* Peixes


Peixes representa a deusa do amor e da beleza, Afrodite e do deus do amor, Eros. Apesar de dar um passeio pelo rio Eufrates, eles tiveram um encontro com o Typhon vicioso. Eles suplicou a Zeus para ajudá-los a escapar, assim Zeus mudou os dois em peixe e nadou para longe em segurança. Em lembrança deste, Athena colocou os peixes gêmeos entre as estrelas.

Por quê Sonhamos?



É um mistério por que os seres humanos e outros animais sonham. Principais teorias sugerem que ele tem a ver com a consolidação da memória ou outros, para beneficiar outras funções fisiológicas ou neural. Mas uma nova teoria sustenta que o sono é apenas uma boa maneira de aumentar a eficiência de um animal, por caça apenas quando a caça é bom, por exemplo, e minimizar o seu risco: O risco de um acidente vai para baixo quando você está dormindo.

A mente adormecida pode não parecer uma ferramenta apto para qualquer pensamento crítico, mas os seres humanos podem realmente resolver os problemas durante o sono, dizem os pesquisadores. Não só isso, mas um propósito para sonhar em si pode ser para nos ajudar a encontrar soluções para os enigmas que nos afligem durante as horas de vigília.


Os sonhos são altamente visual e muitas vezes ilógico na natureza, o que os torna maduros para o tipo de "out-of-the-box" pensar que algumas de resolução de problemas exige, disse Deirdre Barrett, psicóloga da Universidade de Harvard.

A última discussão na reunião de ciência psicológica feita mês passada se resume a um pensamento: Sonhar é realmente só de pensar, mas em um estado um pouco diferente de quando nossos olhos estão abertos. [Por que sonhamos é apenas um mistério da mente.]

"Seja qual for o estado em que está colocado, ainda estamos trabalhando nos mesmos problemas", disse Barrett. Embora os sonhos possam ter inicialmente evoluído para uma finalidade diferente, eles provavelmente foram aperfeiçoados ao longo do tempo, para que possam servir a dupla função: ajudar o cérebro a reiniciar-se e resolver problemas.

Sonhos e Evolução

Uma teoria para explicar os sonhos, ou qualquer comportamento humano para que o assunto, precisa levar em conta a evolução, disse Barrett. Mas muitas teorias iniciais de sonhar ou não abordou a evolução em tudo, ou simplesmente contradisse ele, disse ela.


Por exemplo, Sigmund Freud propôs sonhos existem para satisfazer nossos desejos. Mas tal gratificação em um mundo imaginário faria pouco para nos ajudar a adaptar os nossos instintos para o mundo físico, que é um ponto-chave da evolução, disse Barrett.

Outros propuseram sonhos são mais de um efeito colateral do ciclo do sono. Os sonhos ocorrem geralmente durante o movimento rápido dos olhos, ou REM, sono. Esta etapa é pensado para servir a várias funções: para descansar uma parte do cérebro (uma vez que algumas áreas estão ativas, enquanto outros não o são) e repor substâncias químicas do cérebro, tais como neurotransmissores.

Isto levou alguns a dizer que os sonhos acontecem simplesmente porque o sono REM acontece, disse Barrett. O psicólogo Steven Pinker certa vez comparou os sonhos para os protetores de tela de computador, dizendo que talvez "não importa muito qual é o conteúdo, desde que certas partes do cérebro estão ativas."

No entanto, Barrett discorda. "Minha opinião é que, a evolução não é apenas um desperdício, que, quando as coisas evoluem para uma finalidade, que, geralmente, eles não continuam ao longo do tempo para ter somente o efeito, mas qualquer outra coisa que possa ser útil sobre eles é refinado", ela disse em uma entrevista por telefone com LiveScience antes da convenção.


Ela também observou que o sono REM tem sido em torno de algum tempo, uma vez que os mamíferos evoluíram cerca de 220 ​​milhões de anos atrás. "Quanto mais algo tem existido ao longo da história evolucionária, o mais provável é ter outras funções sobrepostas sobre ele", disse ela na convenção.

Barrett estudou a resolução de problemas em sonhos por mais de 10 anos, e documentou muitos exemplos do fenômeno.

Em um experimento, Barrett tinha estudantes universitários pegar um problema de lição de casa para tentar resolver em um sonho. Os problemas não eram ciência de foguetes, eles foram bastante perguntas fáceis que o aluno simplesmente não tinha chegado a cerca de resolver ainda. Os alunos focados no problema cada noite antes de irem para a cama. No final de uma semana, cerca de metade dos estudantes tinha sonhado sobre o problema e cerca de um quarto teve um sonho que continha a resposta, disse Barrett.

Assim, pelo menos nos casos em que os problemas são relativamente fáceis, algumas pessoas podem resolvê-los em seu sono.


Barrett também tem extensa revisão da literatura científica e histórica, procurando exemplos de problemas resolvidos em sonhos.

Ela encontrou exemplos de quase todo tipo de problema a ser resolvido em um sonho, da matemática às artes. Mas muitos estavam relacionados a problemas que os indivíduos necessários para visualizar algo em sua mente, como um inventor imaginando um novo dispositivo.

A outra grande categoria de problemas resolvidos em sonhos incluído "aqueles em que a sabedoria convencional é simplesmente errado sobre a forma de abordar o problema", disse Barrett.

Os sonhos podem ter evoluído para ser particularmente bons em que nos permite trabalhar enigmas que se enquadram nestas duas categorias, ela disse.

"Eu acho que os sonhos e sono REM provavelmente evoluíram para ser ainda mais útil para realmente como muitas das coisas que o nosso pensamento é útil", disse Barrett. "É tempo de reflexão extra, tão potencialmente qualquer problema pode ficar resolvido durante ele, mas ele está pensando o tempo no estado que é muito visual e mais solto em associações, por isso temos evoluído para usá-lo especialmente para trabalhar nesses tipos de problemas."

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...