Páginas

8 de jun de 2013

Projeto Pegasus... O Teletransporte

Andrew D. Basiago, 48, é advogado, escritor e um visionário do século 21. É o líder da equipe do Projeto Pegasus.

Andy é uma figura emergente de um movimento de divulgação e campanha de pressão sobre o governo dos Estados Unidos para divulgar essas verdades controversas, como o fato de Marte abrigar a vida e que os Estados Unidos têm conseguido "acesso quantum" de acontecimentos passados e futuros.

Também foi identificado como o primeiro dos dois principais denunciantes do planeta previsto pelo ALTA, o projeto Web Bot que analisa o conteúdo da World Wide Web para discernir as tendências futuras.

As pesquisas e vivências de Andy, o posicionam na vanguarda da investigação contemporânea. Seu relato sobre à descoberta da vida em Marte, publicada em 2008, foi o primeiro trabalho para provar que Marte é um planeta habitado. Após a publicação de seu papel histórico, Andy fundou a Mars Anomaly Research Society (MARS).

É também um dos pioneiros americanos a viajar pelo tempo, no final dos anos 1960 e início dos anos 1970. Ele foi uma das crianças participantes no programa secreto de espaço-tempo Projeto Pegasus, promovido nos Estados Unidos da América.

Ele foi a primeira criança americana a ser submetida aos experimentos teletransporte, participando de testes para acontecimentos passados e futuros por diferentes formas de viajar no tempo, que estavam sendo pesquisadas e desenvolvidas pela DARPA.

Durante dez anos, Andy tem investigado as suas experiências no Projeto Pegasus, buscando para provar as ocorrências vivenciadas bem como divulgá-las aos interessados.

Em breve, ele vai publicar um livro, no qual que irá descrever suas experiências inspiradoras e aterrorizantes vivenciadas no Projeto Pegasus e a verdadeira história do surgimento de tempo de viagem nos centros de pesquisas americanos há 40 anos.

Andy nasceu em 18 de setembro de 1961, em Morristown, New Jersey, caçula de cinco filhos, e cresceu no norte de New Jersey e Califórnia.

Membro aprovado no Mensa, a sociedade de alto QI, Andy tem cinco graus acadêmicos, incluindo uma graduação em História pela UCLA e Mestre em Filosofia pela Universidade de Cambridge.

Enquanto estudante na Universidade da Califórnia tornou-se jornalista e colaborador de Norman Cousins editor da Saturday Review, que já o compararam a Robert Hutchins, logo tornando-se o Editor do Boletim dos Cientistas Atômicos.

Andy foi inspirado por um encontro com o futurista Buckminster Fuller em 1981 para prosseguir uma carreira na política ambiental. Após este encontro, Fuller escreveu: "a integridade Andrew Basiago é de bom augúrio para a continuação da humanidade no Universo."

Ele começou sua carreira escrevendo artigos sobre o ambiente urbano para os jornais Los Angeles, periódicos nacionais e Cousteau Society Calypso Log.

Andy estudou direito ambiental na Northwestern School of Law of Lewis & Clark College, em Portland, Oregon, e em seguida passou a escrever sobre planos urbanos amigáveis para as cidades na Califórnia e no estudo da legislação ambiental com o professor Malcolm Grant em Cambridge.

Seus trabalhos sobre a teoria e a prática da sustentabilidade urbana têm sido publicados em revistas internacionais na Austrália, Grã-Bretanha e nos Estados Unidos, já amplamente e colocados nas coleções da política ambiental de bibliotecas universitárias.

Andy foi admitido na Ordem dos Advogados do Estado de Washington, em 1996.

Um advogado dedicado ao direito privado, ele é especialista em danos morais, também colaborando com os escritores e cineastas no desenvolvimento de livros, programas de TV e longas-metragens com temas planetários e interplanetários.

Atualmente está em uma batalha como advogado e ativista para o governo dos EUA. Revelem seus segredos sobre viagem no tempo.

Ele busca criar um lobby para convencer o governo americano a divulgar a capacidade da realização do teletransporte, para que este possa ser adotado em escala mundial como uma nova forma de transporte civil, com o propósito de poupar e ressarcir nosso meio ambiente das agressões causadas pela atual tecnologia.

"Projeto Pegasus" é o nome que define sua campanha pós o programa secreto de viagem no tempo EUA, no qual ele foi como um dos primeiros "chrononautas" da América durante sua infância.

Segue uma citação, sobre um mundo melhor de Andy:

"Imagine um mundo em que se possa saltar através da Grande Central de Teletransporte, em Nova York, atravessando um túnel vórtice no continuum espaço-tempo, e em seguida ressurgir, na União de Teletransporte, em Los Angeles. Tal mundo foi possível a partir de 1968, quando o teletransporte foi realizado pelo Projeto DARPA Pegasus, mas isso foi laccrado ,desde então como um segredo militar.

Sendo minha luta no, o Projeto Pegasus bem-sucedida, esse mundo surgirá, e os seres humanos ligados por teletransporte ao redor do mundo irão proclamar que a era do espaço-tempo começou.”

Repercussão desta experiência na imprensa mundial Alfred Lambremont Webre de Seatle pesquisador de ufologia, em de 09 de novembro de 2009, publicou um relatório usando uma linguagem de sistema Trend Analysis (ALTA) de dados recolhidos pelo Web Bot:

"É muito provável que o" denúnciante "que havia sido descrito em relatórios anteriores ALTA como emergindo do período de [coagulação] do [governo/funcionalismo USofA aliado aestrutura financeira] colapso é uma pessoa de nome [Andrew D. Basiago].“

Clif High, administrador do Web Bot e autor do relatório ALTA, afirma que a campanha de “Verdade pela América,” proposta por Andrew D. Basiago vai colaborar para sua tenha credibilidade ser divulgada mundialmente nos próximos meses.”

Basiago publicou um artigo intitulado A descoberta de vida em Marte em 12 de dezembro de 2008 (The Discovery of Life on Mars, em tradução oficial para o português), que contém provas fotográficas e análise textual de seres humanóides, espécies animais, estátuas esculpidas, e estruturas edificadas em Marte.

Estas foram obtidas a partir de imagens obtidas pela NASA's Mars Exploration Rover Spirit, na superfície de Marte.

Atualmente, seu artigo é um cinqüenta considerados mais relevantes para a ciência, sendo o primeiro trabalho para provar que Marte abrigou, não só a vida nos tempos antigos, mas é um planeta habitado ainda hoje.

Referindo-se este artigo, o relatório ALTA afirma:

"A previsão passada por essa pessoa irá trazer um impacto planetário de tal magnitude que a [segunda onda] de outros [delatores] de todos os tipos serão revelados a opinião pública incluindo delatores e os arquétipos que estão sendo preenchidos através de relatórios sobre o artigo de Andrew.”

O relatório ALTA também afirma:

"[A] lingüística em torno e sobre Andrew D. Basiago alcançam quase 34/trinta e quatro por cento do conjunto de linguística previsto (na verdade, níveis bastante significativos no encaixe e combinação de personalidade para previsão neste estágio inicial).”

A metodologia do Web Bot e relatórios ALTA

O Web Bot Project, nasceu com a finalidade de programar um método conhecido como web spidering para navegar na internet, buscando palavras ou números que capazes relacionar-se, criando um sistema hábil a prever uma alta ou baixa de ações na bolsa de valores, e assim também antecipar outros tipos de fatos.

O “Projeto Web Bot,” em que os relatórios são baseados no uso do software ALTA para pesquisas na Internet, agrupa cerca de 300 mil palavras-chave com o contexto emocional e gravar o as palavras precedentes e as seguintes para criar um "panorama."

Com isso, a tecnologia é apontada como sendo a capaz de examinar o inconsciente coletivo do mundo como um todo. Portanto, seriam capazes de prever catástrofes [e outros eventos catastróficos] com sessenta a noventa dias de antecedência.


"O Web Bot é aclamado por ter previsto com precisão os ataques terroristas de 11 de setembro de 2001, em Junho de 2001, bem como o apagão do nordeste dos Estados Unidos em 2003. O projeto falhou em predizer os terremotos de Vancouver e do Noroeste do Pacífico Noroeste em 12 de dezembro de 2008.”

Senso remoto de espaço-tempo contínuo

Basiago revelou que entre 1969 e 1972, foi uma das crianças participantes do Projeto Pegasus, vivenciando lapsos temporais de passado e futuro. Estes experimentos foram gerados a partir de dispositivos conhecidos como chronovisor e teletransporte, capaz de gerar viagens para trás e para frente, em território dos EUA, através de túneis vórtices abertos no espaço-tempo,com teletransportadores Tesla. A base era localizada na Curtiss-Wright, instalação da empresa de aeronáutica na Wood Ridge, NJ e no Sandia National Laboratory em Sandia, NM. DARPA, explica ele, possuía cinco razões para envolver crianças americanas em idade escolar em tão novas, perigosas e experimentais atividades.

Primeiro, o Departamento de Defesa queria testar os efeitos físicos e mentais de teletransporte em crianças.

Em segundo lugar, o Projeto Pegasus necessitava utilizar crianças, pois os hologramas criados pelos chronovisores entrariam em colapso quando os adultos estivessem dentro deles.

Em terceiro lugar, as crianças são tabula rasa, conseguem ver e captar coisas com facilidade de memorização que os adultos tendem a perder após o decurso do tempo.

Em quarto lugar, as crianças eram estagiárias, e após crescerem serviriam em um programa de espaçotempo dentro do DARPA, que operam em conjunto com programas espaciais em parceria com a NASA.

Por último, os patrocinadores do programa descobriram que após a passagem entre as linhas do tempo, os viajantes, muitas vezes ao tornarem-se adultos seriam insanos, e esperava-se que, trabalhando com crianças superdotadas e talentosas, desde a infância, o governo americano seria capaz de criar um quadro de adultos "Chrononautas" capazes de lidar com os efeitos psicológicos da viagem no tempo.

No período de um teste de viagens para o futuro desenvolvidas pelo Projeto Pegasus, a partir de um dispositivo chronovisor localizado na ITT Defesa Comunicações em Nutley, NJ, Basiago viu como seria no ano de 2013, o edifício da Suprema Corte Americana em Washington, DC. Durante este teste, ele viu que o edifício da Suprema Corte imerso a cem pés de profundidade e relatou isso ao comandante do Escritório de Inteligência Naval, que se desenteu com ele após o teste de viagem ao futuro ser concluída. Ele se apressa a acrescentar que, os chronovisores não identificam futuros deterministas, mas sim futuros alternativos ou "multi-verso", uma vez que esta visão catastrófica de Washington, DC pode fazer parte de uma linha de tempo alternativa, que não se materializará em nossa linha do tempo.

Os teleportadores desenvolvidos pelo Projeto Pegasus permitiam o teletransporte físico para locais distantes, às vezes com um ajuste para frente ou para trás no tempo de dias, semanas, meses ou anos. Em contraste, as sondas chronovisoras, proporcionam uma forma virtual de viajar no tempo.


Em 1972, o governo americano estava usando "deslocamento quantum" desse tipo, tanto para enviar pessoas para frente em período de vários anos para guardar segredos militares sensíveis no futuro, e para trás no tempo de vários anos, para fornecer ao Governo informações atuais sobre eventos futuros.

Impacto social das revelações de Andrew D. Basiago

As revelações de Andrew D. Basiago estabelecem que um avançado programa secreto dos EUA de viagens no espaço-tempo surgiu há quarenta anos. Durante quatro décadas, este programa tem usado tecnologias esotéricas envolvendo chronovisão e teletransporte para executar "sensoriamento remoto no tempo" de acontecimentos passados e futuros Nas últimas três décadas, o teletransporte tem sido usado para enviar as pessoas da Terra para bases estratégicas dos EUA em Marte.

Basiago está convencido de que estas tecnologias serão reveladas, para que os seus aspectos positivos e negativos possam ser debatidos, sendo os aspectos positivos utilizados em benefício da humanidade.

Chronovision, disse ele, poderia ser usado para criar uma rede internacional de museus virtuais em que as imagens do passado seriam mostradas para esclarecer e educar o público. Mal aplicada, tal tecnologia poderia também ser usada para criar uma sociedade fascista, baseada na vigilância indivíduos 24 horas, parte do governo.

Apontou ainda, possibilidade de alteração de fatos premonidos pelo projeto DARPA, com a aplicação de um experimento chamado "Total Information Awareness" (Total Informação e Conscientização) que o presidente George W. Bush teria criado, colocando sob tutela do almirante John Poindexter.

Teletransporte é a segunda tecnologia de quantum acesso, desenvolvido com fundos públicos que está sendo negada ao benefício público.

Basiago sustenta que o Teletransporte poderia ser usado, no transporte de pessoas e mercadorias de forma mais rápida e eficiente em todo o mundo, sem a poluição causada pelos aviões, trens e automóveis, ou os efeitos negativos da terra uso de aeroportos, ferrovias e rodovias.

No entanto, se não for desclassificado, o teletransporte permanecerá sendo o que tem sido nos últimos quarenta anos, ou seja, uma arma para uso exclusivo por militares americanos, para ter a opção de colocar tropas precisamente onde eles são necessários em campos de batalha.

"Eu assumo seriamente as minhas responsabilidades de ser como um alardeador planetário,” disse Basiago. "Esta é uma campanha verdadeira para o desenvolvimento humano positivo no planeta. As pessoas deste têm o direito de conhecera verdade sobre a história natural do sistema solar em que vivemos. Isso inclui a verdade de que Marte é um planeta habitado, e também que os Estados Unidos possuem um programa espacial secreto que já enviou pessoas deste planeta para o Planeta Vermelho.

Se quisermos alcançar um futuro humano sustentável neste planeta, devemos exigir que o governo dos EUA revelasse que a tecnologia de teletransporte tem sido usada para chegar a Marte, para que ela agora pode ser usada para revolucionar o transporte humano na Terra.

As pessoas deste planeta têm o direito de habitar uma sociedade do futuro global em que todos os seres humanos desfrutem dos benefícios de vida de todas as tecnologias, que todo o engenho humano já produziu. Em ambos os casos, se um tratado de proteção de Marte ou que resulte em uma rede global de teletransportes.


“A verdade nos libertará.”

Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...