Páginas

30 de dez de 2014

A Origem do Sol

Com diversos estudos sobre as estrelas e sistemas, e seus ciclos de vida, foi possível observar que o Sol foi criado a partir de uma nuvem estelar, mais precisamente de restos de uma super nova. Estimula-se, então, que a atual região do Sistema Solar já fora parte de um outro Sistema, tanto maior quanto menor que o nosso ou que essa foi poeira deixada do Big bang, mas nao falaremos das teorias agora... Embora possa parecer vazio, o espaço é preenchido com gás e poeira. A maioria do material é de hidrogênio e hélio, mas alguns que foram feito de restos que tenham ficado das violentas mortes de estrelas.

Seria uma nuvem "poluída", e que assim ficara por milhões de anos, até que a de colapso terminara.. A nuvem desabou durante milhões de anos até que se formou um disco em rotação com um grande bojo central. Fora do disco acabaria por formar os planetas, e dentro deste núcleo central, onde a maioria da massa fora liquidada, formou-se o sol.



A jovem protoestrela era uma bola de hidrogênio e hélio ainda não alimentado por fusão. Ao longo de cerca de cinquenta milhões de anos a temperatura e a pressão do material no interior foi aumentado, impulsionando a fusão de hidrogênio que impulsiona o sol hoje.



O bojo central continuou a entrar em colapso sob sua própria gravidade, até que em seu profundo interior as temperaturas ficaram muito altas... Vários milhões de graus... Até que os átomos de deutério começaram a se fundir e emitirem energia termonuclear. Isso diminuiu a velocidade do colapso e, eventualmente, levou a uma segunda fase em que os núcleos de hidrogênio poderia fundir em hélio, que, em seguida, iniciou a fase evolutiva atual do sol.

A superfície do sol tornou-se ativo e produziu um vento forte que soprou todo o gás restante e poeira no disco em torno de gás e que não havia se estabelecido nos corpos dos novos planetas que tinham se formado.



Muitos planetas sofreram perdas de suas atmosferas com esses ventos solares, até planetas hoje inexistentes como Theia. Mas os planetas que possuíam demasiada atividade vulcânica, tiveram boas regenerações dos seus gases atmosféricos.

E, como qualquer outra estrela, ela irá morrer. Daqui vários milhões de anos, o hidrogênio no interior do Sol vai acabar, e a estrela vai inchar em uma gigante vermelha com um raio que se estende até a órbita da Terra. O hélio no seu núcleo também serão consumidas. A estrela não conseguirá força suficiente para queimar o oxigênio e carbono que serão deixados para trás, tonando-se, então, uma anã branca.



Foram, aproximadamente, 100 milhões de anos para o Sol se formar por completo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...