Páginas

31 de mai de 2013

Boriska, Marciano

Boris Kipriyanovich, um jovem adolescente , vem sendo notícia desde muito menino nos vários jornais, revistas e documentários da tv do mundo inteiro. Ele é considerado uma das mais destacadas crianças CRISTAIS , seres humanos dotados de faculdades especiais, com um alto grau de inteligência e surpreendentes conhecimentos sobre o Universo, os Extraterrestres, os Mundos habitados, o passado remoto da Terra, os Mistérios da Antiguidade, e o futuro do Planeta.

Boriska nasceu na Rússia em 11 de janeiro de 1996 e sua mãe, Nadezhda Kipriyanovich, descreve o trabalho de parto, dizendo que “Foi muito rápido, não senti nenhuma dor e quando me mostraram o bebê, ele me olhava fixamente com seus grandes olhos castanhos. Como médica, sei que não é habitual num recém-nascido esse olhar tão concentrado”…

Seus pais, confessam sua preocupação pelo filho, pois temem que Boriska tenha certas dificuldades de convívio social, além de sofrer previamente com a visão de acontecimentos que vislumbra fora do tempo e vêm sempre a acontecer. Há anos atrás (em 1-Setembro-2004), durante a crise de Beslan (aquele ataque do exército russo à Escola onde estavam reféns adultos e crianças por parte de um comando de chechenos), ele recusou-se a sair de casa nesse dia e sabia que as coisas iam ter um final terrivel, como efetivamente aconteceu. Ou seja, morreram 186 crianças e centenas ficaram feridas.

Boris começou a falar aos quatro meses e com um ano e meio já lia os jornais.
Aos dois anos de idade, no jardim de infância, os professores perceberam que ele era diferente: aprendia tudo rapidamente e tinha uma memória extraordinária. Mais ainda, Boriska mostrava conhecimentos que não eram adquiridos na escola.

Aos três anos, Boris começou a conversar com seus pais sobre o Universo. Ele sabia nomear todos os planetas do Sistema Solar e seus respectivos satélites. Ele falava também nomes e números de Galáxias. Isso pareceu assustador e a mãe pensou que seu filho estava fantasiando; por isso, resolveu conferir se aqueles nomes realmente existiam. Consultou livros de Astronomia e ficou estupefacta ao constatar que Boris sabia mesmo o que dizia.

Ele afirma que já viveu em Marte noutra vida e diz que o planeta é habitado, embora tenha perdido uma vez a sua atmosfera num passado remoto, devido a uma grande catástrofe. Mais afirma que, hoje, os marcianos vivem em cidades subterrâneas. Daí o fato dos nossos cientistas dizerem que não há sinais de vida em Marte quando observam aquele planeta. De resto, segundo a tese da Terra Oca, de vários autores de renome, aqui também existem cidades subterrâneas nos reinos internos conhecidos há milhares de anos pelos Mestres Hindus e Lamas Tibetanos.

Voltando ao Boris, ele afirma também que costumava visitar a Terra pilotando uma nave espacial num tempo muito remoto quando a Terra era dominada pela civilização lemuriana cujo declínio, que ele próprio testemunhou, foi causado pela degradação espiritual da humanidade.

A mãe deu-lhe um dia um livro intitulado Whom We Are Originated From, (“De onde viemos” ou quais as nossas origens), de Ernest Muldashev, e ele ficou muito entusiasmado com as descrições dos lemurianos, as imagens dos templos tibetanos e passou muitas horas falando com os pais sobre a Lemúria como se já conhecesse aquele povo e sua cultura.

Mais tarde, a mãe dá-lhe um segundo livro do mesmo autor, intitulado In Search of the City of Gods (Em Busca da Cidade dos Deuses), e mais uma vez olhando as figuras ele comentava sobre as Pirâmides, os Santuários, e revelou que «As pessoas não vão encontrar os conhecimentos antigos dentro da grande pirâmide de Quéops», mas sim numa outra que ainda não foi descoberta. E acrescentou: “A humanidade vai se surpreender e até mudar quando conseguirem abrir a Esfinge…”

Boriska também adverte sobre uma alteração dos pólos magnéticos da Terra que, em breve, causará duas grandes catástrofes: uma em 2009 e outra em 2013. Este é de resto o ano da ‘Operação Resgate’ que muito se fala ultimamente e tem a ver com uma Intervenção Extraterrestre para salvar a Humanidade, ou parte desta.

Boris diz, porém, sobre esses Acontecimentos, que muitas pessoas perecerão no meio de calamidades e fala sobre a morte dizendo: Não tenho medo da morte porque nós vivemos eternamente…

Enfim, penso que este jovem é um predestinado ou mais um dos que farão parte na Nova Era, sabendo o que vai acontecer aqui na Terra onde toda a Humanidade vai decerto passar por tempos de grande atribulação, necessários de resto para um Mundo Novo e uma Nova Civilização.


Enquanto as agências espaciais tentam encontrar sinais de vida no planeta Marte, Boriska, aos nove anos, relata aos seus parentes e amigos tudo o que sabe sobre a civilização marciana, informações que ele recorda de uma vida passada. Um jornalista russo entrevistou recentemente o menino sobre sua experiência como habitante de Marte:

ENTREVISTADOR - Boriska, você realmente viveu em Marte como dizem as pessoas da vizinhança?

BORISKA - Sim, eu vivi, é verdade. Eu tinha 14 ou 15 anos. Os marcianos faziam guerra todo o tempo e eu tinha de participar daquilo. Eu podia viajar no tempo e no espaço, podia voar em naves espaciais e também pude observar a vida no planeta Terra. As naves marcianas são muito complexas e podem se deslocar pelo Universo.

ENTREVISTADOR - Existe vida em Marte atualmente?

BORISKA - Sim, existe, mas o planeta perdeu sua atmosfera há muitos anos atrás como resultado de uma catástrofe global. O povo marciano ainda vive em cidades nos subterrâneos. Eles respiram gás carbônico.

ENTREVISTADOR - Qual é a aparência dos marcianos?

BORISKA - Eles são muito altos, uma altura média de sete metros. Eles possuem capacidades inacreditáveis.

Boriska fala de Marte mas também tem lembranças de suas observações sobre Terra naquela existência passada: ele foi testemunha da destruição da lendária civilização da Lemúria, “A maior catástrofe que já aconteceu neste planeta. Um continente gigante foi engolido por terríveis tempestades oceânicas. Eu tinha um amigo lemuriano que morreu na minha frente esmagado por uma rocha. Não pude fazer nada. Nós estamos destinados a nos reencontrar em algum momento desta vida.” Sobre o Egito, Boriska diz que existe um conhecimento precioso oculto sob uma pirâmide que ainda não foi descoberta: “A vida vai mudar quando a Esfinge for aberta. A Esfinge tem um mecanismo que aciona uma abertura secreta. O mecanismo está atrás da orelha.”

Quanto ao aumento de nascimentos de crianças especialmente dotadas, o garoto informa que isto é decorrência do fato de que “chegou a época” propícia para que elas venham à Terra porque o “renascimento do planeta se aproxima… Eles estão nascendo e estarão preparados para ajudar as pessoas… Amar seus inimigos, essa é a Lei. Você sabe porque o lemurianos pereceram? Porque eles não investiram no desenvolvimento espiritual e mergulharam nas práticas da Magia desconsiderando esta Lei. O amor é a verdadeira mágica!”. Boris encerrou a entrevista dizendo: Kailis, e o entrevistador perguntou:

ENTREVISTADOR - O que você disse?
BORISKA - Eu disse Olá. Essa é a língua do meu planeta.


4 comentários:

  1. Olá, interessante a matéria, apesar de que eu ache esse menino um pouco equivocado.

    Sobre a parceria:
    Ah grata pelo reconhecimento Welyngton, eu tambem adorei o conteúdo do seu: inteligente, obscuro e único. E claro, porque tem uma pitadinha de B.M no logo (DEAD, adoro B.M!!) hahaha, mas tenho uma pergunta a fazer: Você mergulha na Deep Web? Eu tenho vontade mas coragem me falta hahahah, não pelas imagens enlouquecedoras que podem ter lá, pois se for por isso já estou totalmente vacinada e eu amo o universo gore. Mas pelos vírus mortais para PC que eu possa pegar lá hahahah.

    Já mandei-lhe um email com os banners, estou no aguardo do seu p/ que eu possa inseri-los no mural de parceiros. Eu não achei no teu blog :/


    Aguardo sua resposta (:

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado. E sobre a Deep Web, navego as vezes sim kk, mas em questão de vírus, a cada 10 vezes que entro, 7 ou 8 vem com algum vírus, as vezes fraco, as vezes potente, mas é difícil não pegar...

      Excluir
  2. Hahahahah, o medo é da polícia bater na tua porta se caso, você não souber mecher direito nela e acabar em algum portal de tráfico de órgãos ou alguma coisa assim hahahaha. Enfim, seu banner já foi adicionado à lista dos meus parceiros. Espero que façamos parceria em alguma postagem num futuro próximo. Grata novamente (:

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, tenho que falar que já ouve casos paoskapokspakspoak realmente até um amigo meu recebeu uma ligação confidencial por entrar na Deep. O cara ligou e começou a falar tudo em Russo. kkk Mas é isso. Agradeço novamente, e sim, podemos ver algo para postarmos juntos ^^.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...