Páginas

15 de jan de 2014

Slender Man vs. The Rake


"Olá. Meu nome é Richard, apenas um menino considerado "CDF" da minha turma. O que posso considerar como colegas e amigos são apenas 3. E o que aconteceu comigo envolve esses três únicos camaradas: Leo, Jeff (Jeffrey), Jhonny e Louis. Vivemos no subúrbio da Califórnia. Logo após a aula de sexta-feira, combinamos para irmos a minha casa no sábado. Eles concordaram. Sem problemas.

Ao chegarem, os recebi, tomamos algumas bebidas (refrigerante, para ser mais claro) e fomos jogar video-game. Eu confesso que estava cheio de si com meu novo Playstation 3. Era mais ou menos 19:40 quando começamos. Demos uma parada lá pelas 21:30. Meus pais haviam aproveitado nosso evento e saíram para a noitada. Uma leve chuva havia começado a pouco. O quintal de minha casa é um enorme gramado, com piscina e cheio de árvores a um canto.

Demos uma saída para fora, e apostamos quem pularia na piscina sem derrubar refrigerante do copo. Leu e Jhonny foram. Perderam. Na minha vez, a chuva havia começado novamente. Ouvimos a porta da frente bater violentamente. "Um ladrão", concordamos. Liguei para o polícia (por sorte Jeff não desgruda de seu celular). Demos endereço e a polícia disse que estava a caminho. Raios começaram a cortar o céu. E vi a sombra de um homem na piscina. Ou ele era muito alto, ou ele estava numa posição contrária da luz. 

Ouvi barulhos de cima das árvores. Pela sombra parecia um... um... corcunda. Mas estava muito ágil. Estranho não? Ele pulou na escuridão a alguns metros de nós. A sombra continuava a aumentar (do homem). Louis, medroso do jeito que sempre foi, saiu correndo. Mas foi com certeza desejou não ter feito isso. Ele esbarrou com o homem. Mas foi estranho. Após isso, ficou ali, sentado... Sem se mover. Nos apavoramos. O que iríamos fazer? Um homem que provavelmente queria nos matar, e alguma coisa na árvore ao nosso lado??? A criatura chegou perto de nós... Um corpo com uma coloração meio que... Marrom com verde... seria uma coisa bem interessante, se não fosse o ar que ela nos transmitisse e o c* literalmente na mão.

O homem chegou mais perto. De suas costas saíram espécies de tentáculos. Minha vontade era exclamar :Dr. Octópus", mas achei melhor não. Estava bem vestido até para alguém daquela aparência. Foi quando percebi. Ele não tinha aparência. Na verdade, não tinha nem ao menos seu... Rosto. Apavorei de vez. O homem se curvou para nos alcançar (sim, alcançar. Ele era MUITO alto). Mas ai é que achei estranho. A criatura marrom-verde pulou nele. O agarrou pelos tentáculos e o chacoalhava. E o homem dava-lhe alguns murros aqui e ali. Bizarro. Não sabia o que fazer... O que dizer... O que sentir... Como interpretar aquilo. Alguma promoção de algum jogo novo?

Eles foram brigando e se distanciando de nós. Ficamos ainda paralisados. Depois de mais ou menos 500 metros, a criatura se distanciou do homem, deu um berro ensurdecedor e sumiu. O homem se virou e foi andando e sumindo com a fria chuva. Aquilo foi real? Ou será que estamos jogando Ps3 demais??

Um comentário:

  1. "O que dizer... O que sentir... Como interpretar aquilo. Alguma promoção de algum jogo novo?".
    Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...