Páginas

3 de ago de 2013

Expulsando o Demônio


Esse relato é de uma mulher... Tudo envolve uma história de amor e ódio... Para quem ouve de fora, 99% das pessoas não acreditam. Mas é real. Para deixar claro, ela não é envolvida com rituais e macumbas. Dei um resumão em tudo, mas dá para entender. Vamos lá...

Ela foi casada. Era o amor da sua vida. Viveu anos com ele e teve um filho. Eles eram nobres. O filho mimado em excesso; nunca trabalhou na vida. O marido dela mexia com esquemas de caça-níqueis e ganhava dinheiro feito água. Certo dia, eles se separaram. E ela voltou a sua terra natal e se casou com outro homem. O filho dela continuou a seguir seus caminhos de mimação. 

Anos se passaram, o ex-marido e filho dela sempre brigando e discutindo. Anos depois, o pai do garoto morreu por latrocínio. Tiro em baixo do olho. O principal acusado era o próprio filho. Ele foi preso. Ela entrou em depressão, e durou 2 anos tudo. Após a saída dele, coisas começaram a atormentar a nova vida da mulher. O marido dela muitas vezes era atormentado por visões deste ex-marido morto. 

Mas, como ele não acreditava muito em espíritos, ignorava e se convencia que era tudo da cabeça dele. Com a mulher não foi diferente. Muitas vezes acordava gritando de madrugada. O tempo se passou e o espírito não sumia. Eles moravam em um sobrado enorme. 

Muitas vezes, eles chamavam pais de santos, benzedeiros, e o padre da cidade, pois a cidade é pequena. Num certo dia, num almoço com o padre, ele a orientou de como lutar com o demônio que o atormenta. 

Ao cair a noite, de madrugada, ela levantou da cama. Foi até a cozinha, e lá estava. O demônio lá, olhando para ela. Ela começou a rezar Pai-nosso, Salve Rainha, entre outras (ela é católica). O demônio insistia em jogar coisas no chão e gritava "NÃO VOU, NÃO QUERO, NÃO VOU EMBORA DAQUI". E ela pegou fotos e estátua de santos e santas.

O marido dela acordou, mas ele não via nada. Apenas a ouvia cantando uma música que lembraria um pouco o "la la la la la" do Freddie Krueger. Ele pensava "ela está louca". E saiu do quarto e a viu, rodeada de santos e santas. Bíblia na mão e orando e brigando. Mas ele sentia a presença. O demônio corria por toda a casa. Ela estava realmente sendo forte. Gritos e coisas sendo jogadas. Depois de muita força, a criatura berrou e caiu da janela e fez um "PÁH" ensurdecedor no chão. Isso o marido dela ouviu, e seu coração quase parou.

No momento em que isso aconteceu, folhas encheram a casa. De onde vieram? Ninguém sabe, pois a região dali não havia nem árvores. Subiu até a altura do joelho de folhas (entre amarelas e vermelhas). Eles amanheceram limpando folhas. Mas, enquanto limpava essas folhas, eles viram uma luz na sala. Uma mulher de beleza deslumbrante com duas crianças de mãos dadas com ela. A mulher e as crianças sorriram e sumiram.

Depois disso, não ouve mais tormento... assombração... NADA. A paz, apenas.

-------------------------------------------------------------------------------------------------

O que dizer? Real? Isso, é você quem vai dizer.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...