Páginas

22 de dez de 2012

O Macabro Choro do Bebê Mario (ISSO É PERTUBADOR)

Você certamente deve conhecer o Mário, afinal todo mundo conhece não é mesmo? Bom, existe um jogo para Super Nintendo chamado Yoshi's Island, onde existe um bebê Mario que durante todo o jogo é levado nas costas de um Yoshi. Uma das características mais marcantes do jogo e que quem jogou jamais esquece, é o choro do bebê Mario, que se destaca de todos os sons do jogo e causa uma imensa irritação e nervosismo dos jogadores.

O caso que vou falar hoje aconteceu em 1996 e contém trechos do diário de uma garota chamada Amy de 10 anos de idade, e relatos de sua mãe Rebecca Austin, que explicou tudo que sabia para a polícia. Tudo começou em Maio daquele ano quando a garota ganhou um Super Nintendo de presente. Alguns dos trechos do diário foram retirados porque a garota escrevia muito sobre as coisas do seu dia-dia, o que é inútil na história, também relatos da mãe são mostrados conforme a data do diário em que a garota faz as anotações.

Trecho 1: 

"Querido diário, mamãe me deu um Super Nintendo, não veio com o jogo que eu queria, Super Mario All-Stars, mas veio com outro que gostei muito, o nome é Super Mario World 2: Yoshi's Island, nele você controla um Mario bebê tão bonitinho, eu gostei muito."

Trecho 2:

"Querido diário, tive um sonho horrível ontem à noite, mas não consigo lembrar oque aconteceu, quando eu acordei de manhã eu me lembrava mas agora não consigo mais."

Trecho 3:

"Querido diário, cheguei até a segunda parte da ilha do Super Mario World 2, eu não estava conseguindo vencer o chefe da primeira parte, recomecei o jogo então finalmente consegui passar. Mamãe não deixa eu jogar muito ela diz que tenho que estudar, estou muito irritada porque não posso mais jogar hoje."

Relato da mãe 1:

Rebecca disse para a polícia que não lia o diário da filha, mas segundo o relato dela, nesse dia brigou com a filha para parar de jogar e de madrugada acordou com um bebê chorando alto, a mulher foi até a sala, onde ficava o video-game da garota e viu a televisão ligada e viu o jogo, ela foi até o quarto da filha reclamar, mas essa estava dormindo, na manhã do outro dia deu uma bronca na garota para ela não jogar escondido, a menina jurou que não tinha sido ela, mas a mãe não acreditou.

Trecho 4:

"Querido diário, detesto minha mãe, ela brigou comigo dizendo que joguei Super Mario escondida mas é mentira, um dia vou jogar escondida de verdade pra dar uma lição a ela."

Trecho 5:

"Querido diário, lembrei do pesadelo daquele dia, hoje tive de novo mas resolvi escrever em você antes que eu esqueça. Eu estava em uma sala e ouvia o som de choro de quatro bebês nus, cada um estava em canto da sala, eles choravam cada vez mais alto, até que eu olhava pra um dos cantos e o bebê que estava lá tinha parado de chorar e se sentado e começando a olhar para mim e então ele vinha rastejando me olhando, aí eu acordava."

Trecho 6:

"Querido diário, cheguei até a terceira parte da ilha."

Trecho 7:

"Querido diário, joguei várias fases dessa parte da ilha mas resolvi voltar até a segunda e jogar de novo e descobri um lugar novo. É meio esquisito, é escuro e tem muito daqueles inimigos de tribos, tem uma voz assustadora e o choro do bebê Mario não para, não achei a saída, tive que desligar o video game."

Trecho 8:

"Querido diário, ontem dormi de luz acesa, eu não conseguia tirar aquela fase da minha cabeça, acho que vou pedir outro jogo para minha mãe."

Relato da mãe 2:

A mãe da menina disse que a garota queria outro jogo e deu birra no dia chegando a chorar, ela não chegou a dizer mas pelo que deu pra entender, a menina era do tipo mimada e dava birra facilmente.

Trecho 9:

"Tive de novo um pesadelo com bebê, era naquela fase, eu estou com medo, o choro do bebê Mário não sai mais da minha cabeça."

Trecho 10:

"Resolvi voltar jogar o jogo, mas chamei a Kim pra vir em casa jogar comigo, mas ela não veio provavelmente está brincando de cantora com aquele gravador dela, até parece que um gravador é mais divertido que um video game, eu fiquei com medo mas achei divertido o jogo, no começo eu só queria sair daquela parte da ilha mas resolvi voltar para aquele lugar, não lembro como entrar naquele lugar, não sei como entrei naquele dia mas é naquela fase tenho certeza, a número 2 da segunda metade da ilha."

Relato da mãe 3:

Em 8 de junho de 1996 a mãe chegou em casa a noite, era sábado e viu uma das cenas mais bizarras de toda sua vida. A televisão ligada com o jogo Yoshi's Island e a menina estava caída no tapete com o corpo virado para cima, mas seu tronco estava completamente aberto e todos os órgão internos haviam sido retirados. A garota estava com o telefone na mão, não havia ninguém, a polícia foi até o lugar e tirou fotos mas essas não foram divulgadas obviamente, no entanto logo descobriram quem era a pessoa que estava no telefone com a menina antes de sua morte, era a garota chamada Kimberly, que a menina chamava de Kim, mas a grande surpresa é que Kim disse que estava só conversando com a amiga quando ela parou de falar e então a única coisa que podia ser ouvida era isso que a garota gravou com um gravador que costumava brincar:

Os órgãos dela nunca foram encontrados!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...