Páginas

28 de out de 2014

Ebola: Caminho para Dizimação Humana?

Bem... Não foram poucas vezes que se foi ouvido falar que caso haja uma Terceira Guerra Mundial, será uma guerra tanto química/biológica quanto entre armas, soldados e bombas. E que essa guerra química seria a devastação do mundo, envolvendo radiação, nano-armas, fungos, vírus, entre outros... Bem, e atualmente, há diversos vírus sem cura (os variados tipos de câncer, AIDS, etc). E quase todos, principalmente a AIDS, provêm dos países africanos, mas vamos falar disso mais para frente. Vamos destacar agora a nova epidemia viral, o Ebola.




É um vírus relativamente antigo, porém possuem 5 espécies dentro dele, sendo eles  Bundibugyo Ebolavirus, Reston Ebolavirus, Sudão Ebolavirus, Ebolavirus Taï Floresta e Zaire Ebolavirus. O Zaire Ebola é o vírus mais perigoso e mortal. As outras espécies são mais controláveis, menos perigosas, e existem em pequenos casos (é quase como comparar as gripes e resfriados comuns em relação a H1N1).

Houve um surto epidêmico do Ebola por volta de 1976, com várias mortes, mas não tardou a "sumir". E há algumas semanas, o vírus voltou a ativa, e até mais "forte" e letal. Os casos graves começaram nas redondezas de Guiné, se espalhando para Libéria, Serra Leoa e Senegal. Nigéria, Mali, e RDC (República Democrática do Congo) já estão começando com casos graves. E países ricos em pesquisa científica, como Alemanha, Noruega, Estados Unidos, França e Espanha já evacuam pesquisam e limitam entradas em seus países por aeroportos.

A Austrália foi mais radical, e fechou suas portas para pessoas de países com contaminação do Ebola, cancelando vistos e venda de passagens.



Em um estudo feito pelo Instituto Broad e Universidade Harvard, em parceria com o Ministério da Saúde e Saneamento de Serra Leoa, pesquisadores podem ter fornecido informações sobre a origem e transmissão do vírus Ebola que define este surto além de surtos anteriores. Para este estudo, 99 genomas de vírus Ebola foram coletadas e sequenciados a partir de 78 pacientes diagnosticados com o vírus Ebola, durante os primeiros 24 dias do surto na Serra Leoa. A partir das seqüências resultantes, e três seqüências já publicadas da Guiné, a equipe encontrou 341 alterações genéticas que tornam o surto distinto de surtos anteriores. Ainda não está claro se essas diferenças estão relacionadas com a gravidade da situação atual. Cinco membros da equipe de pesquisa ficaram doentes e morreram de Ebola antes do estudo ser publicado em agosto.

Não está totalmente claro como um surto de Ebola começa. Acredita-se que a infecção inicial para ocorrer de um vírus Ebola é transmitido a um ser humano através do contato com fluidos corporais de um animal infectado. A evidência implica fortemente os morcegos como os hospedeiros de vírus Ebola. Os morcegos soltam as frutas parcialmente comidas e celulose, na terra para os mamíferos, como gorilas, que alimentam-se desses frutos caídos. Esta cadeia de eventos forma um possível meio indireto de transmissão do hospedeiro natural de populações animais.

Humano para humano transmissão ocorre apenas através do contato direto com sangue ou fluidos corporais de uma pessoa infectada que está mostrando sinais de infecção ou por contato com objetos contaminados recentemente por uma pessoa ativamente doente infectado

Os sinais e sintomas do Ebola geralmente têm início de forma súbita ao longo de um estágio inicial semelhante à gripe e caracterizado por fadiga, febre, dor de cabeça e dores nas articulações, musculares e abdominais. Em metade dos casos os pacientes apresentam exantema maculopapular.

Todas as pessoas infetadas mostram sintomas do envolvimento do sistema circulatório, como coagulopatia (coagulação sanguínea).



Os sintomas surgem cerca de duas semanas após a contração do vírus... E é quase que morte certa... Seria esse o caminho para um dito apocalipse viral? Um futuro apocalipse zumbi, que seja? Há quem diga que são o tipo de vírus solto apenas em países pobres (principalmente os africanos) para controle mundial, mas que os fornecedores não esperam que espalhe assim... Seria isso? Já que vale relacionar que a AIDS também vem de lá, assim como vários tipos letais de câncer...

Enquanto missionários dizem do fim do mundo com explosões solares e enchentes, os mais especialistas descrevem o fim do mundo com água acabando, viroses ou guerras por restantes territórios férteis... Devemos apenas aguardar.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...